" Se você souber olhar as coisas de um jeito mágico... tudo fica mais bonito..." CaiO. F

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010



                      Viola tricolor by Stas Medvedev


 "Em muitos trechos do caminho, às vezes bem longos, carregamos muito peso na alma sem também notar. A gente se acostuma muito fácil às circunstâncias difíceis que às vezes podem ser mudadas. A gente se adapta demais ao que faz nossos olhos brilharem menos. A gente camufla a exaustão. A gente inventa inúmeras maneiras para revestir o coração com isolamento acústico para evitar ouvi-lo. A gente faz de conta que a vida é assim mesmo e ponto. A gente arrasta bolas de ferro e faz de conta que carrega pétalas só pra não precisar fazer contato com as nossas insatisfações e agir para transformá-las. A gente carrega tanto peso, no sentimento, um bocado de vezes, porque resiste à mudança o máximo que consegue, até o dia em que a alma, cansada de não ser olhada, encontra o seu jeito de ser vista e de dizer quem é que manda. Eu fiquei pensando no que esse peso todo, silenciosamente, faz com a alma. No que isso faz com os sonhos mais bonitos e charmosos e arejados. No que isso, capítulo a capítulo, dia-a-dia, faz com a nossa espontaneidade. No que isso faz, de forma lenta e disfarçada, com o desenhista lindo que mora na gente e traça os risos de dentro pra fora. E o entusiasmo. E o encanto. E a emoção de estarmos vivos. Eu fiquei pensando no quanto é chato a gente se acostumar tanto. No quanto é chato a gente só se adaptar. No quanto é chato a gente camuflar a própria exaustão, a vida mais ou menos há milênios, que canta pouco, ri pequeno e quase não sai pra passear. Eu fiquei pensando no quanto é chato a gente deixar o coração isolado para não lhe dar a chance de nos contar o que imagina pra nós e o que podemos desenhar juntos nessa estrada. Mas chega um momento em que me parece que, lá no fundo, a gente começa a desconfiar que algo não está bem e que, ainda que seja mais fácil culpar Deus e o mundo por isso, vai ver que os algozes moram em nós, dividindo espaço com o tal desenhista lindo que, temporariamente, está com a ponta do lápis quebrada. Sem fazer alarde, a gente começa a perceber os tímidos indícios que vêm nos dizer que já não suportamos carregar tanto peso como antes e a viver só para aguentar. Devagarinho, a gente começa a sentir que algo precisa ser feito. Embora ainda não faça. Embora ainda insista em fazer ouvidos de mercador para a própria consciência. Embora ainda estresse toda a musculatura da alma, lesione a vida, enrijeça o riso, embace o brilho dos olhos, envenene os rios por onde corre o amor. Por medo da mudança, quando não dá mais para carregar tanto peso, a gente aprende a empurrá-lo, desaprendendo um pouco mais a alegria. Quase nem consegue respirar de tanto esforço, mas aguenta ou pelo menos faz de conta, algumas vezes até com estranho orgulho. Até que chega a hora em que a resistência é vencida. A gente aceita encarar o casulo. A gente deixa a natureza tecer outra história. A gente permite que a borboleta aconteça. Nascemos para aprender a amar, a dançar com a vida com mais leveza, a criar mais espaço de conforto dentro da gente, a ser mais felizes e bondosos, a respirar mais macio, essa é a proposta prioritária da alma, eu sinto assim. Podemos ainda subestimar a nossa coragem para assumir esse aprendizado. Podemos nos acostumar a olhar o peso e o aperto, nossos e dos outros, tanto sofrimento por metro quadrado, como coisa que não pode nunca ser transformada. Podemos sentir um medo imenso e passar longas temporadas quase paralisados de tanto susto. Podemos esgotar vários calendários sem dar a menor importância para o material didático que, aqui e ali, a vida nos oferece. Podemos ignorar as lições do livro-texto que é o tempo e guardar, bem escondido do nosso contato, esse caderno de exercícios que é o nosso relacionamento com nós mesmos e com os outros. Apesar disso tudo, a nossa semente, desde sempre, já inclui as asas. Já inclui o voo. Já inclui o riso. Já é feita para um dia fazer florir o amor que abriga.
E, mais cedo ou mais tarde, ela floresce."

Ana Jácomo



terça-feira, 28 de dezembro de 2010







Fairy in My Kitchen



Memória

Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão

Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão...



Carlos Drummond de Andrade











.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010









Se, ao acordar, posso escolher uma roupa, posso escolher também o sentimento que vai vestir meu dia. Se, no percurso, posso errar o caminho posso também escolher a paisagem que vai vestir meus olhos. A mesma articulação que tenho para reclamar, tenho para agradecer. E, se posso me adornar com a alegria, não é a tristeza que eu vou tecer. Que hoje e sempre, seja mais um belo dia!

[Marla de Queiroz]



.

  






“Um dia quero mudar tudo. No outro eu morro de rir. Um dia tô cheia de vida. No outro não sei aonde ir. Um dia escapo por pouco. No outro não sei se vou me livrar. Um dia esqueço de tudo. No outro não posso deixar de lembrar. Um dia você me maltrata, no outro me faz muito bem. Um dia eu digo a verdade. No outro não engano ninguém. Um dia quero mudar tudo no mundo. No outro eu vou devagar. Um dia penso no futuro. No outro eu deixo prá lá. Um dia eu acho a saída. No outro eu fico no ar. Um dia na vida da gente. Um dia sem nada de mais. Só sei que eu acordo e gosto da vida.
Os dias não são nunca iguais".






.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

 
 
 
                           




'O verdadeiro oposto do amor é o medo.
No amor a pessoa expande-se, no medo a pessoa retrai-se.
No medo a pessoa fecha-se, no amor a pessoa abre-se.
No medo a pessoa duvida, no amor a pessoa confia.'


OSHO



  
.





"Apruma tuas asas. Depois canta. Inventa os teus dias. Bota nele o que ocê mais gosta. Bota um tiquinho de cada cor. Energia muita. E uma casinha branca com vista pro mar. Uma flor no canteiro e uma rede na varanda. Pra mó di espiar a noite lá fora. Principalmente aquelas que a sodade é tanta que a gente chega a suspirar. Deixa que o vento bagunce teus cabelos e desgoverne teus passos. É preciso que as coisas percam o sentido now and then. Deixa elas te tocarem. Fundo. Depois voa. As vontades têm a força de mil asas."






.





E quando a noite chegar
a gente deita na areia macia
e vai nadar no céu de tantas ESTRELAS.


.






 'escolher entre  razão e  coração....
 Opte pelo que bate, vibra e faz viver!




.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

                          



                          In Your Gentle Hands / TaSh-C


Mais do que no poder das palavras,
eu acredito na intenção que age no silêncio.



.






 

Lembrar com amor é levar a vida, no exato instante da lembrança, ao lugar onde a outra vida está... e plantar uma nova muda de ternura por lá.


Ana Jácomo


.






"No entanto, estaremos sempre em perigo
enquanto soubermos tão pouco sobre nós mesmos."


Martha Medeiros



.






"Quando a noite esconde a LUZ,

DEUS acende as ESTRELAS !"









.







Por uma vida, todo sacrificio é um dever.

O que se tem por dentro... é seu tesouro...




.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

                                



                           



- Mas o que é chorar?
- Chorar é dizer em lágrimas o que o coração sente...  e que a boca, se recusa a dizer.
- É quando os olhos regam o rosto.
- Pra quê?
- Pra ver se brota uma flor, um sorriso... 



.



" Teresa, se algum sujeito
bancar o sentimental

em cima de você
E te jurar uma paixão
do tamanho de um bonde
Se ele chorar...
Se ele se ajoelhar...
Se ele se rasgar todo...
Não acredita não Teresa!
É lágrima de cinema...
É tapeação...
Mentira...

CAI FORA."

Manuel Bandeira





.




"Eu sei é um doce te amar...

O amargo é querer-te pra mim."


L. H





.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

.








'Quem anda no trilho é trem de ferro,
sou água que corre entre pedras:
liberdade caça jeito.'



Manoel de Barros



.






...primeiro só via a pessoa ali sentada sozinha e achei que era um perigo ficar tão na beirada. Quando olhei de novo a pessoa estava de pé... E abriu os braços, mas não se atirou: saiu voando feito uma garça, devagarinho, meio planando, e não era depressa não, era devagar. Bonito de se ver...'



[Lia Luft - O Silêncio dos amantes]




.
        




                      



" Há pessoas que nos roubam...   Há pessoas que nos devolvem..."

Pe. Fábio de Melo





.






Inúmeras versões podem ser dadas à verdade, torcendo tanto os fatos até que pareça a verdade a mais inverossímil das possibilidades. Contudo, apesar das distorções a verdade prevalecerá, porque o tempo está ao seu favor.












.
 
 
 
 
"Mas - sei, sabes, sabemos - as uvas talvez custem demais a amadurecer.
 E quase não temos tempo..."
 
 
 
 
.
 
 
 
 

 
"E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada,
que me saiba perder... pra me encontrar..."
 
(Florbela Espanca)



.

 

 

                          

 

o NÃO AMOR é isso:
a falta de curiosidade pelo que alguém é, ou tenta ser.




.






(...)Se me quiseres amar,
terá de ser hoje:
amanhã estarei mudada."

(Lya Luft)








.







'Um milhão vezes zero é zero. Ou seja:
não coloque sua intensidade onde não tem nada.'

Tati Bernardi


 
.
        
                                    

"As vezes a nossa vida é assim, nós não estamos felizes porque reclamamos dos terrenos baldios que estão do nosso lado. As vezes nós colocamos a culpa da nossa infelicidade nos lugares desertos da nossa existência onde o outro jogou o seu lixo e a gente acaba se acostumando a conviver com esse lixo, quando na verdade o que  a gente precisa fazer é tomar a iniciativa de limpar a nossa vida, de limpar aquilo que está do nosso lado para que a gente possa voltar a continuar o dom de ser feliz. Se a gente se acostuma a conviver com o lixo, daqui a pouco a gente já se identifica com ele e a gente não sabe mais viver fora do lixo. Vida espiritual é assim também, se a gente não se cuida, a gente corre o risco de ter uma vida extremamente desagradável e nós vamos vivendo de sentimentos mesquinhos porque a gente se acostumou com eles. Quem sabe hoje Deus está segurando na sua mão para lhe ajudar a olhar os terrenos baldios da sua vida para que você possa transformá-los em jardins."
(Pe. Fábio de Melo)






                                


                           


"All you need is love, eu tenho tatuado! O amor é fundamental. O amor é o principio, é o êxtase, é a eliminação do ego, é quando você enxerga o outro não como um jogador. É quando você começa a olhar junto pras mesmas coisas, com a mesma delicadeza, e as coisas ficam tão melhores com o amor. O amor é fundamental.
O amor é a primeira coisa. É o começo do resto."


(Fernanda Young)



.
                            


                               



"Já que não tenho o dom de modificar uma pessoa, vou modificar aquilo que eu posso:
O meu jeito de olhar para ela!"



.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010




                                  


"A arquitetura da minha alma é barroca.
Sou fraca, sou forte, sou luz, sou sombra.
Sou de aço, sou de flores."


(Pe. Fábio de Melo)


.



Forgotten Ophelia by ~GasOven

"Em todas as idas e vindas, obscuramente eu sempre sabia:
embora tudo mude , nada muda por que tudo permance aqui dentro,
e fala comigo, e me segura no colo quando eu mesma não consigo sustentar.
E depois me solta de novo, para que eu volte a andar pelos meus próprios pés.

A vida é mãe nem sempre carinhosa, mas tem uma vara de condão especial: o mistério com que embrulha todas as coisas, e algumas deixa invisíveis."


(Lya Luft in: Secreta Mirada)






.





"Não vás. E não fui. Ainda que todo o dia, toda a vida, tivesse
esperado aquele instante, único entre todos os instantes,
ainda que tivesse imaginado o mundo ao pormenor
depois da fronteira pequena
daquele instante,
não fui. "

(José Luis Peixoto)









"O amor e o ódio daquele que não te conhece,
não pode te alterar!"


(Fernanda Young)









.



(via redsuitcase)


"Construir um ser humano, um nós, é um trabalho que não dá férias nem concede descanso: haverá paredes frágeis, cálculos malfeitos, rachaduras. Quem sabe um pedaço que vai desabar?

Mas se abrirão também janelas para a paisagem e varandas para o sol."


(Lya Luft)






.



                                theblankpage: fuckyeahfashilous: theblankpage: summerescapade: -cantstopmyshine:(via lightswhisper)


 "A vida é igual garimpo. Não se percebe o diamante numa primeira olhada. Por ser muito parecido com o cascalho, corre o risco de ser jogado fora. Cascalhos e diamantes se parecem. A única diferença é que o diamante esconde o brilho sob as cascas que o revestem. É preciso lapidar. Pessoas são como diamantes. Corremos o risco de jogá-las fora só porque não tivemos a disposição de olhá-las para além de suas cascas. E então, desperdiçamos grandes riquezas no exercício de alimentar pobrezas."


(Pe. Fábio de Melo)



.
                          


                         Wind In The Willows by ~Furrrka on deviantART

"É preciso ter tristeza. Tristeza não é ruim. Quase todo mundo só quer escutar musiquinhas alegres, ir dançar em lugares barulhentos, ficar falando o tempo inteiro. Porque eles tem medo da tristeza. Mas não é a tristeza que mata."



.



pom pom pom



...posso respirar você.
...posso te enxergar no escuro.








.

domingo, 28 de novembro de 2010







A flor é sem porquê...
floresce por florescer...
não olha para si mesma,
nem pergunta se alguém vê!













(...)Mas os casamentos não são à prova de fogo...
Ás vezes se queimam...
E isso não quer dizer que o fogo nunca vai se aproximar,
Mas... se acontecer... você pode resistir!


 (lembro-me desta introdução -gravada em memória- de algum filme de amor...) Nay'






se vc n enfrentar a dor, certamente ela voltará...







Que sabes tu do fim?
Se temes que o teu mistério seja uma noite, enche-a de estrelas
.
Conserva a ilusão de que teu voo te leva sempre para o mais alto.
No deslumbramento da ascensão, se pressentires que amanhã estarás mudo,
esgota como um pássaro, as canções que tens na garganta.
Canta ! Canta para conservar uma ilusão de festa e vitória.
Talvez as canções adormeçam as feras que esperam devorar o pássaro.
Desde que nasceste não és mais que um voo no tempo.
Rumo ao céu ?
Que importa a rota !

Voa e canta, enquanto resistirem as asas."









Não deves recusar a dor, porque ela te constrói, te marca os limites e te faz crescer por dentro dos teus muros.
Sem ela, não passarias de um projecto do homem que hás-de ser. Ela edifica-te os músculos, a cabeça e o coração, e não existe outra maneira de chegares a ser aquilo que deves vir a ser.
Se não sofresses não haveria ninguém dentro de ti.
No cumprimento sério dos teus deveres, encontrarás a dor na forma de esforço e de cansaço. Mas pode muito bem ser que, tarde ou cedo, ela te procure sem disfarces e te faça chorar ou gemer. É frequente que ela se apresente assim, numa nudez que parece cruel e faz lembrar facas ou agulhas.
Nem por isso te deves assustar ou desistir. 
Quando te parecer que tudo está perdido, ri-te, se puderes. É que te estão a oferecer um degrau que te deixará incomparavelmente mais acima no caminho. Deves ver nisso o sinal de que – por qualquer razão – é tempo de andares depressa. Sobretudo, não te queixes. Há assim metamorfoses que parecem aniquilar, mas não passam de formas de fazer surgir a borboleta. Não te queixes, porque receberás umas asas e cores novas. O teu lago – de onde de tão perto se pode olhar o céu – tem um preço que tu saberás dar e não é tão grande assim.

(Paulo Geraldo)







Ela é uma flor delicada, mas quanto mais delicada for, mais rapidamente ela tem que se abrir à existência, ela não pode esperar pelo amanhã - talvez ela não esteja aqui amanhã.
E você está preocupado: se ela florescesse num terreno errado...  Não há terreno errado em lugar algum. Na verdade, se uma rosa consegue florescer num deserto, aquele será o mais belo terreno e ela será uma rosa excepcional.

.




Para sonhar o que poucos ousaram sonhar.
Para realizar aquilo que já te disseram que não podia ser feito.
Para alcançar a estrela inalcançável.
Essa será a tua tarefa: alcançar essa estrela.
Sem quereres saber quão longe ela se encontra;
nem de quanta esperança necessitarás;
nem se poderás ser maior do que o teu medo.
Apenas nisso vale a pena gastares a tua vida.
Para... 

Paulo Geraldo




Eu vou me acumulando, acumulando, até que não caibo em mim e estouro em palavras. 


Clarice Lispector
                        



                           


  Cuide, cultive, queira o bem… O resto vem.




.




Acalme sua mente. 
Fique em silêncio. 
Respire fundo e caminhe em direção ao seu coração. 
Permita-se esse encontro com você.

Cura Holistica



.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010





                ...Aprendemos palavras para melhorar os olhos.



.


   "Acho que a gente tem que vencer. Ou lutar.

E ficar bem.
Feliz!

Criar. Fazer. Se mexer."


(Caio Fernando Abreu)




       'Te adoro e você vêm comigo. Aonde quer que eu vôe...


.